sexta-feira, 7 de junho de 2013

Poeta perdida.

Os versos foram ficando para trás
com tanta banalização a unica opção era sumir desse mundão
mas és que um dia uma luz aparece em meio a escuridão
será que os versos são a solução pra solidão?
a solidão da alma, do sofrimento do próximo que nem me atingi
da raiva que corroi e não ajuda
naquele que procura abrigo e seu abrigo é a rua.
então seria a luz a salvação?
na verdade a luz veio banalizar a escuridão.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Preciso me encontrar

Encontrar quando não se procura, é assim que as coisas começam.
Mas e como elas terminam? É, me pego pensando no fim, no caminho percorrido.
Sinto medo. Medo do que pode ser, medo de já saber que o que eu sinto tem me deixado alegre, mas que passa, assim como tudo passa.
Contudo, confio que as coisas talvez tomem um bom caminho, com sol nascer, águas do rio correndo e ouvir os pássaros cantar. Que a alegria e a tristeza seja compartilhada, que a vida deixe de ser uma, que seja dois, com nossas independências mas que acima de tudo com o nosso amor livre.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Júpiter

Um vazio existencial
Me perguntei se não conseguiríamos viver sem criar laços
E a resposta foi não
As pessoas precisam de amor.

Então deve ser isso
A solidão tem se tornado tão presente dentro de mim
Que eu criei laços com ela
Mas ela ainda não criou comigo.

Desejei fugir para os braços de alguém
Me sentir amada
Nem que fosse por um dia
Mas pra onde eu fugiria?


obs: alinhamento de Júpiter as 20:30.

domingo, 23 de dezembro de 2012

Devaneios.

Dias bonitos com cheiro de vida.
A fé veio sem ser chamada e deu um espaço pra esperança
Algo dentro estava inquieto
Será que todo mundo precisa de amor?
O amor salvaria, mas quem queria ser salvado?
O violão me deixo de encontro com a lua
A letra me traduzia e a música penetrava na alma
Alma, é, me lembrei que ainda temos alma
Só Caetano acalmou neste momento.

sábado, 15 de dezembro de 2012

2012

Não gosto de festas de final de ano, apesar de sempre me divertir, acho tudo muito nostálgico e melancólico. Mas como nada é extremo e radical, o mês de Dezembro sempre me deixa muito pensativa e reviso todo o meu ano. Início do ano, parece que deu uma reviravolta, por ter passado o reveillon em São Thomé deixei todo o 2011 pra trás, e foi a melhor decisão que já tomei. Conheci pessoas incríveis que me divertiram, abraçaram e passava amor sempre um ao outro. Logo veio o carnaval e fui pra Ouro Preto. Parece que esse ano despertei um amor ainda maior por aquela cidade, talvez por ter começado a amar também as pessoas de lá, que são simplesmente E.T's, os melhores E.Ts que eu podia ter conhecido. Parece que tudo se manteve calmo e sereno, aos poucos a vida ia se ajeitando, mas a doença do meu pai foi piorando e me deixando perdida. Resolvi selecionar melhor os amigos, não fazer tanta questão de quem só me chamava pra gandaia, de quem só subtraia. Formei no curso em Agosto e meu irmão também formou. Quinze dias depois ele foi chamado pra trabalhar em Goias, nada fácil ficar sem ele, além de irmão um grande amigo, não entendi como ficariam meus dias sem essa companhia e me deu um medo tremendo de ver que agora cada um tem seguido a sua vida e ver que já já é a minha hora de seguir a minha. Os dias sem ele até hoje são difíceis, não só pra mim, como pra minha mãe e irmã, e meu pai depois da partida do meu irmão piorou mais ainda. Tudo isso ajudou com a aproximação do meu outro irmão, mas mesmo assim ainda muito ausente. Redescobri meus amigos, nesse tempo, quem está ao meu lado até hoje, segurando minha mão sempre que eu preciso, entre eles meu primo, que aumentamos muito o carinho e respeito um pelo outro que hoje se tornou meu irmão de coração, meu parceiro. Um ano inteiro sozinha, sem namorar, meses sem sexo, sem qualquer sentimento. Até que eu resolvi deixar as coisas acontecerem e fui totalmente surpreendida por uma boa pessoa, alguém que me refleti, porque buscamos não buscar nada. Com certeza essa revisão de ano pulei várias coisas, várias pessoas, vários acontecimentos, mas eu tenho guardado tudo em mim. Sei que plantei a sementinha e espero colher ano que vem, me redimi com as pessoas que magoei, por perdoei por erros que achei que nunca me perdoaria e hoje eu me sinto no meu caminho. 'Eu sinto prazer de ser quem eu sou, de estar onde estou. Agora só falta você!' Coisas novas, um novo minuto, um novo segundo, um novo ano. Paz pra mim e a todos lindos que fazem dos meus dias únicos, continuem me trazendo alegria em viver, em existir que eu sempre buscarei fazer o mesmo por vocês!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Olhando da janela

Quando a inspiração vem da vida, e o sorriso pra mim mesma, e a vida colorida me mostrando que estar sozinha não é ser sozinha.
Os dias se transformam em cores, muitas vezes cinzas e outras arco-íris.
A vontade de abraçar o mundo se confundi com a vontade de ser abraçada, então eu me abraço, eu me entendo, eu converso comigo mesma e ainda tenho a sorte de ter pessoas incríveis que me fazem ver outros pontos de vistas o tempo inteiro.
Ah, o mundo é perfeito e eu tenho certeza que eu quero ser muito mais do que ter.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

'Quando eu te escolhi
Para morar junto de mim
Eu quis ser tua alma
Ter seu corpo, tudo enfim
 Mas compreendi ue além de dois existem mais.
 Amor só dura em liberdade
O ciúme é só vaidade
Sofro, mas eu vou te libertar
O que é que eu quero se eu te privo
Do que eu mais venero
 Que é a beleza de deitar.'

 Fazia muito tempo que eu não me sentia tão forte, tão eu, mesmo que no final minha maior vontade era de ir embora logo, aquilo foi a maior prova da força que eu tenho e do que eu sinto.